terça-feira, 18 de março de 2014

On 19:27 by Uanderson Aquino   No comments

Uma notícia mexe com o mundo do samba. Nesta segunda-feira, o carnavalesco Paulo Barros anunciou sua saída da Unidos da Tijuca, a atual campeã, e o acerto com a Mocidade Independente de Padre Miguel. 

Paulo Barros acertou o contrato com a escola da Zona Oeste no fim da semana passada. Em entrevista ao site Tudo de Samba, o carnavalesco disse que acertou pessoalmente com o patrono Rogério Andrade e que levará para Mocidade seus coreógrafos Marcelo Sandryni e Roberta Nogueira, que são os responsáveis pelas coreografias feitas em alegorias e carros.

Fonte: carnavalesco

OPINIÃO

Fiquei feliz com essa noticia. Embora muito criticado pela forma de fazer seu carnaval, Paulo Barros sem duvidas é a grande novidade do carnaval dos últimos anos. Sua marca principal, as alegorias com coreografias apesar de criticadas ganhou adeptos não apenas em outras escolas cariocas, como também em muitas escolas de samba de outros estados.

Sem medo de estar exagerando, mas acho que Paulo Barros e o novo Joãozinho trinta que quando começou mostrar sua marca, com o luxo nas escolas de samba, o que era uma novidade para época, também foi muito criticado, porem no decorrer dos anos, sua forma de carnaval espetáculo, foi copiadas por todas as escolas de samba e é a atual forma de fazer desfile de escola de samba , tanto no Rio como em qualquer parte do Brasil.

Estar na Mocidade é renovar essa escola que desde a saída de Renato Laje, a escola ficou perdida, ficou sem referencia. Todos os anos se especulava o retorno de Renato Laje a escola. E como se a Mocidade não aceitasse a realidade de que Renato Laje já estava de alma e coração com o Salgueiro.

Acredito que Paulo Barros é o encerramento dessa lamentação da saída de Renato Laje, um sepultamento, ao mesmo tempo uma Mocidade Renovada que deixa de ficar olhando para trás.

O passado com Renato Laje foi excepcional, mas é passado, o presente e o futuro que importa, e acho que agora sim a Mocidade acordou para o presente. A Grande Mocidade Independente esta de volta!!

Por Uanderson

quinta-feira, 6 de março de 2014

On 17:40 by Uanderson Aquino   No comments




A Unidos da Tijuca é eleita a Escola Campeã do Carnaval do Rio de 2014. Com o enredo "Acelera, Tijuca!", lembrou os 20 anos da morte de Ayrton Senna. O carnavalesco Paulo Barros lançou um desafio na avenida: quem seria capaz de vencer o tricampeão da Fórmula 1?

Os 3,6 mil componentes vieram divididos em 34 alas. Na pista da Sapucaí, passaram figuras como animais velozes, máquinas potentes, super-heróis e aviões supersônicos. Os integrantes da bateria vieram fantasiados de mecânicos, acompanhados da rainha Juliana Alves.

Classificação final do carnaval 2014:

Unidos da Tijuca - 299,4
 
Salgueiro - 299,3
Portela - 299
União da Ilha - 298,4
Imperatriz - 297,6
Grande Rio - 297,2
Mangueira - 296,2
Beija-Flor - 296,4
Mocidade - 296
Vila Isabel - 295,9
São Clemente - 294,3
Império da Tijuca - 291,6

Todas as escolas cumpriram os regras e não sofreram penalizações. No quesito enredo, as escolas mais bem avaliadas foram Salgueiro, União da Ilha, Imperatriz Leopoldinense e Unidos da Tijuca --todas receberam dez pontos dos quatro jurados.

Em fantasias, a União da Ilha foi a única escola receber só notas dez. Em alegorias e adereços, Grande Rio liderou os votos, recebendo apenas notas dez. A Vila Isabel, que tinha alas inteiras sem figurino por conta de problemas na entrega, conseguiu notas mais altas do que escolas que estavam completas.

As duplas de mestre-sala e porta-bandeira da Imperatriz (que levou estandarte de ouro) e da Unidos da Tijuca foram as que mais agradaram os jurados --todos eles deram nota dez. Os jurados do samba-enredo foram rigorosos e distribuíram poucas notas máximas, destacando somente a Portela.

Na harmonia, a Salgueiro saiu melhor frente aos jurados, recebem apenas notas dez. Em evolução, União da Ilha e Unidos da Tijuca foram as melhores avaliadas pelos jurados. No quesito conjunto, Portela e Unidos da Tijuca ficaram com as melhores avaliações.

Nenhuma escola tirou apenas notas dez no quesito comissão de frente, mas as que melhores se saíram para os jurados foram Salgueiro e Unidos da Tijuca. Na bateria, Beija-Flor e Unidos da Tijuca lideraram a preferência dos jurados.

A São Clemente só conquistou um jurado com a nota máxima em mestre-sala e porta-bandeira. 

A Beija-Flor e a Mocidade só foram receber suas primeiras notas dez no quesito mestre-sala e porta-bandeira. Cada quesito foi avaliado por quatro juízes com notas de 9,0 a 10 --a menor nota em cada quesito é descartada.
Fonte:


quarta-feira, 5 de março de 2014

On 07:18 by Uanderson Aquino   No comments


Bom para começar a falar sobre os desfiles das escolas de samba, começarei a falar sobre os desfiles de Porto Alegre. O carnaval Gaúcho teve um ganho na qualidade da plástica apresentada pelas escolas.

Porto Alegre:

Pelo que pude ver pela internet(G1) As escolas de samba gaúchas trouxeram carros iluminados, as alas estavam mais animadas, mas ainda pouco coesas. Não sei se foi uma falsa impressão, mas tive a sensação de que o carnaval gaúcho deu uma estagnada. Apesar da melhora da plástica como disse anteriormente, acho que as escolas de samba ainda não conquistaram os gaúchos.

Alguns anos atrás a RBS TV estava mais ativa na divulgação do seu carnaval, hoje no site da clicrbs quase não se vê essa divulgação, que antes era atualizado todos os dias no blog de carnaval do site clicrbs. De certa forma essa apatia parece que parte das próprias escolas. O ponto fraco da festa gaúcha é a falta de um sambódromo fixo. A prefeitura local sempre promete que vai construir desde 2004, mas ate hoje isso nunca saiu do papel.

O sambódromo gaúcho foi orçado em 30 milhões, e nos dias de hoje realmente e complicado a prefeitura se comprometer com essa verba para construção de um sambódromo visto outras necessidades da cidade. Porem  existem alternativas, como parcerias com a iniciativa privada, além de verbas federais.

Um exemplo é o PAC do turismo que repassou para a prefeitura de São Paulo 40 milhões para  a finalização das obras da Fabrica do Samba, que é a “Cidade do Samba” paulistana. Será que a prefeitura de Porto Alegre não conseguiria 30 milhões junto com governo federal para construção de seu sambódromo? E uma pena pois São Paulo hoje já registra aumento do turismo na cidade para o carnaval, Porto Alegre esta mais próximo dos Países que mais rendem turistas ao sudeste, como a Argentina e poderia ter um ganho no setor turístico com o crescimento de seu carnaval.

Os envolvidos com o carnaval gaúcho deveriam ler a matéria do link abaixo:


São Paulo:

Falando agora sobre o carnaval de São Paulo, Vejo que já se consolidou como um dos principais espetáculos do mundo. Hoje acredito que não se deve mais fazer comparações com o carnaval do Rio, ou o colocando em 2º lugar. Isto porque o carnaval de São Paulo estabeleceu uma forma própria de fazer desfile de escola de samba.

Desta forma eles conseguiram um estilo que difere do carioca em diversos aspectos, e por isso quem assiste os desfiles de São Paulo não deve ficar buscando referencias com o carnaval do Rio, deve sim curtir o que esta vendo, ou seja o carnaval de São Paulo.

Manaus:

O carnaval de Manaus e muito pouco divulgado, ate pela internet e difícil, por isso não tenho como analisar o desempenho das escolas de samba de Manaus.

Rio de Janeiro

Quanto o carnaval carioca, neste ano acho que mostraram um emprego eficiente das verbas que recebe. Ao contrario dos anos anteriores que víamos algumas escolas ate com falhas de acabamentos em carros alegóricos, neste ano foi o contrario, TODAS as escolas de samba fizeram uma apresentação impecável.Esse perfeccionismo criou ate um problema, fica difícil saber quem vai descer e não quem vai ganhar.

E lógico quem em termos de detalhes, algumas escolas se sobressaíram, uma delas foi o Salgueiro que pode levar ao titulo. Mas não teve uma escola que você percebesse uma falha tanto na estética, no acabamento que justifique notas baixas.

A Vila Isabel apesar de ter problemas com algumas fantasias que não chegara a tempo, ainda assim, o belíssimo desfile que fez ainda a coloca em condições em concorrer entre as seis primeiras posições. Ate a estreante do grupo especial, Império da Tijuca foi impecável.

Fazendo então um apanhando geral, a única que apresentou um carnaval um pouco a quem do que deveria, foi a minha Mocidade Independente de Padre Miguel. A estrela Guia da zona oeste passou por maus bocados as vésperas do carnaval, e por mais que tentaram reverter a situação nos 45 do segundo tempo, se comparado as apresentações das demais agremiações, acho que se a Mocidade resistir e garantir a permanência no grupo especial, poderão festejar como se tivessem ganhado o titulo!

Só saberemos tudo isso, quem ganha e quem desce para a segundona do carnaval carioca hoje, na apuração as 16 horas pela TV Globo!

Por Uanderson de Aquino.
  

terça-feira, 4 de março de 2014

On 14:23 by Uanderson Aquino   No comments
A Escola de Samba Mocidade Alegre venceu o carnaval de Sâo Paulo e conquistou o título de tricampeã. Com o samba-enredo sobre a fé, a religiosidade e o sobrenatural, a agremiação alcançou 269,7 pontos, três décimos a mais que a segunda colocada, a Rosas de Ouro. O terceiro lugar ficou com a Águia de Ouro.

A escola campeã, do Bairro do Limão, na zona norte da capital, fez uma manobra ousada em seu desfile, que chamou a atenção do público: os integrantes de todas as alas se ajoelharam sincronizados na avenida em uma das paradas da bateria. Desde 1967, quando foi fundada, a Mocidade Alegre conquistou os títulos em 1971, 1972, 1973, 1980, 2004, 2007, 2009, 2012, 2013 e 2014.

A Liga Independente das Escolas de Samba manteve, neste ano, a apuração das notas longe do público. A medida, já adotada em 2013, foi tomada para evitar tumultos, como o ocorrido em 2012, no final da apuração, quando um integrante de uma das agremiações pulou o alambrado e rasgou os papéis que definiriam a escola campeã.

Uma confusão generalizada instalou-se no Sambodrómo e outros integrantes de escolas de samba também começaram a invadir o local onde os votos estavam sendo lidos, jogando os papéis com os votos dos jurados para o alto. A polícia tentou conter o tumulto, afastando as pessoas da área reservada.

Confira como ficou a classificação final do grupo especial das escolas de samba de São Paulo:

Mocidade Alegre: 269,7 pontos
Rosas de Ouro: 269,4 pontos
Águia de Ouro: 269,3 pontos
Acadêmicos do Tucuruvi: 269,1 pontos
Dragões da Real:  269,1 pontos
Acadêmicos do Tatuapé: 268,9 pontos
Tom Maior: 268,8 pontos
Império de Casa Verde: 268,5 pontos
Vai-Vai: 268,2 pontos
Gaviões da Fiel: 268 pontos
X-9 Paulistana: 268 pontos
Nenê de Vila Matilde:  267,5 pontos
Pérola Negra: 267,1 pontos
Leandro de Itaquera: 266,4 pontos




  

Eu recomendo

GeraLinks - Agregador de links Agregador de Links - O melhor conteúdo da net

Recent Posts

Link-Me
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...